Boa noite, iPad. Nighty, Night, um aplicativo de cabeceira.

Em casa onde mora uma criança, é quase certeza que rola uma história antes do beijo de boa noite. Geralmente, à meia-luz, quando a gente está lendo de um livro, ou no escurinho, quando é só nossa voz que está atuando.

Até pouco tempo eu achava que esse era um momento que o iPad não ia conseguir conquistar. Afinal, é uma tela, iluminada, com animação e sons a mil nos aplicativos infantis. Mas o nicho já tem alguns donos. São livros em formato de e-Book ou aplicativo feitos exatamente para ajudar na hora do sono.

O Nighty, Night, da Shape Minds, já é um best-seller, provavelmente porque foca nesse momento de leitura específico tanto no tema como no uso dos recursos tecnológicos. Ele simplesmente faz um uso – bem feito – do recurso de acender e apagar a luz. E a simplicidade bem trabalhada dá resultados. O aplicativo já figura entre os primeiros colocados em lojas da Apple de todo o mundo, incluindo a brasileira. Outro motivo para esse sucesso pode ser a produção linda de Heidi Wittlinger, indicada ao Oscar 2012 de curta-metragem em animação.

Tela inicial

A história mostra a paisagem noturna de uma pequena cidade que vai caindo no sono, à medida em que as luzes de cada janelinha vão se apagando. Na sequência, o aplicativo fixa numa só casa, que tem várias luzes acesas. O narrador convida a ver quem está dentro de cada cômodo e ajudar os moradores a irem dormir. No banheiro, um patinho nada feliz na banheira – a gente apaga a luz e ele logo vai dormir. O mesmo acontece no estábulo, no chiqueiro, na casinha do cachorro… Todos os bichos estão apenas esperando a criança apagar as luzes para poderem dormir. Finalmente, quando tudo está escurinho, o app sugere que a criança que está usando o iPad também apague sua luz, feche os olhinhos e tenha uma boa noite de sono.

É uma forma bem fofa de mostrar que todo mundo dorme, que é um ritual pelo qual a criança também deve passar. E também pode ajudar algumas mães que sofrem com o medo do escuro que seus pequenos possam ter. Um recurso interessante é o que permite contar a história pessoalmente, eliminando o narrador. Assim, você pode contar a história para seu filho, do seu jeito, com uma voz baixinha. As animações são mínimas. A trilha é sutil e bem calminha. E toda a história se passa a meia-luz. Dá uma olhada no trailer.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=NtiJki4y9ac]

Assim, devagarinho, o Nighty, Night começou a fazer sucesso na sala de casa, antes do momento de ir para a cama. Depois, começou a ser requisitado no quarto da minha filha. Ela sabe direitinho que, nessa hora, quem controla o iPad é a mamãe – e adora ver os bichinhos irem dormir. Ela mesma diz que “agora só falta eu”.

Existem vários outros livros e aplicativos que estão sendo desenvolvidos para esse momento tão íntimo entre pais, filhos e histórias. Por enquanto, esse é o que está na cabeceira lá de casa. Vale conferir.

Boa notícia! Agora o aplicativo oferece a opção de narração em Português. Na verdade, é uma mistura de Português do Brasil com o de Portugal, que soa estranha para nós. Mas, no geral, é bacana poder ouvir tudo na nossa língua para variar!

 Faixa etária: 1 a 4 anos

  Preço: US$ 0,99

Veja na iTunes Store.

  In-App Purchases: sim. O aplicativo oferece possibilidade de comprar novos animais.

Sem propaganda. Opções de idioma: Português, Inglês, Alemão, Japonês, Espanhol, Francês e Chinês.

2 Comments

  1. ipadfamilia » Salão de Beleza no iPad: apps para criar estilos criativos
    06/02/2015

    […] Pônei Salão de Beleza, Fox and Sheep […]

    Reply
  2. ipadfamilia » P3 Digital: games feitos no Brasil
    29/10/2014

    […] inspirado no lindo Nighty Night, traz atividades para as crianças, com base nas orientações de uma […]

    Reply

Leave a Reply