Contos de Fadas: a magia continua no iPad

Contos de Fadas: a magia continua no iPad

Eu adoro contos-de-fadas. Os originais, aqueles bem terríveis, com gigantes, bruxas e lobos que realmente metem medo. Existe toda uma discussão em torno deles – é melhor ler o original ou a versão mais light? Eu entendo todos os pontos desse papo, mas acho que, se a gente fizer uma leitura conjunta com as crianças, e se dispuser a conversar sobre os temas de cada história, estamos dando mais benefícios ao desenvolvimento dos pequenos leitores nos atendo ao original. Crianças precisam aprender que existem coisas terríveis para aprender, também, que há dentro delas recursos para lidar com isso.

Já que estamos chegando naquela época mágica do Natal, achei bacana escolher alguns contos-de-fadas que fogem do estilo Disney e são mais ou menos fiéis aos textos originais. Probleminha básico: como ainda estamos engatinhando em produção de apps no Brasil, infelizmente, os melhores recontos para iPad tendem a estar em Inglês. Meu desejo de ano novo: ter apps lindos e de qualidade na nossa língua! Enquanto isso, vamos ao que interessa?

The Little Mermaid, Andersen, pela Auryn

Um clássico melancólico e sem o bom e velho final feliz. Ótimo gancho para trabalhar muitas questões sobre perda, frustração, recomeços… As ilustrações de Lisbeth Zwerger são são belíssimas. As interações são poucas e sutis, deixando o foco na história – mas são lindas. A gente adorou as páginas de texto que estão “embaixo d’água”, os peixes, as ondas… Para quem está acostumado à versão da Disney, esse é um bom jeito de introduzir as crianças a um estilo diferente de contação, ilustração, estética e tom. Esse livro-app foi vencedor do 2011 Parent’s Choice Awards – Mobile Apps Category, e do Kirkus Review Star.

mermaid

Dica: você pode fazer um teste grátis para ver se gosta to app antes de comprar a versão integral – é só clicar aqui.

 

 

Jack and the Beanstalk, pela Mindshapes

Versão cheia de interatividades para o clássico “João e o Pé de Feijão”. É verdade que não é bem um re-conto fiel. Mas é um app muito bem pensado e produzido, que ajuda os pequenos a se interessarem pelos clássicos.

As interações tornam a criança parte da história: eles podem fazer a mãe jogar fora os feijões mágicos, cortar o pé de feijão, fazer chover – os pequenos leitores podem até escolher a roupa que João vai vestir. São usos coerentes das possibilidades oferecidas pelo iPad, sempre com intenção “educacional”. O app recebeu menção honrosa na categoria Children’s Media/Virtual do The National Parenting Publication Awards, e foi muito bem recebido por pais e professores geeks.

jack

 

 

 

Não vou aqui falar DE NOVO sobre a perfeição dos re-contos da Nosy Crow para Cinderela e Os Três Porquinhos. Vai começar a parecer que sou patrocinada…

E, para quem quer ter uma versão em Português dos clássicos, a gente recomenda as versões da Manati, ilustradas pela querida Mariana Massarani (conheça mais aqui).

De qualquer modo: é sempre bacana ler junto com as crianças, tanto de livros como de aplicativos, e ter um tempo para falar sobre dúvidas, medos e as mil questões que cada conto-de-fada provoca. Afinal, é para isso que eles servem!

4 Comments

  1. ipadfamilia » Dia das Crianças: que tal dar aplicativo de presente?
    11/11/2014

    […] cabelão, que pode ser alongado. Mas custa R$ 129,00. Enquanto isso, um dos vários aplicativos da Disney no mesmo tema custa US$ 4,99, e vem com história inédita, quebra-cabeças, imagens para colorir, […]

    Reply
  2. ipadfamilia » Apps para brincar no Halloween
    11/11/2014

    […] Arrepio, Manati […]

    Reply
  3. iPad Família » Nosy Crow: quando vale (muito) a pena comprar um app
    22/07/2013

    […] trabalho, a editora trouxe novos recontos com o mesmo bom-senso e respeito com o público infantil: Cinderela é um primor, não só porque usa os recursos de câmera para inserir a criança na história, entre […]

    Reply
  4. Livro de papel x Livro de tela: é essa a questão? « Ipad família
    04/01/2013

    […] versão app. Mais um da Nosy Crow, que permite leitura focada no conto ou com interações que vão desde ajudar a Cinderela a […]

    Reply

Leave a Reply