Levamos o ipadfamilia à aula de Inglês. Saiba como foi.

Levamos o ipadfamilia à aula de Inglês. Saiba como foi.

Essa semana, o ipadfamilia invadiu a aula de Inglês de uma escola de atividades extracurriculares em São Paulo. A professora topou a experiência de ver como o iPad pode atuar no curso e a gente fez a festa com as crianças de 3 a 5 anos. Foi uma experiência bem rica. Entendemos melhor qual a dinâmica da aula com iPad, que tipo de aplicativos, recursos e atividades funcionam melhor e outras questões que compartilhamos aqui com vocês.

@ipadfamilia

@ipadfamilia

O primeiro passo foi conversar com a orientadora de Inglês da escola. Trocamos figurinhas para entender melhor qual poderia ser o objetivo da experiência. As crianças estão aprendendo nomes de animais, cores e números. Dentro desse universo, procuramos por aplicativos que possibilitassem o uso desse vocabulário num contexto mais livre e espontâneo. Também decidimos por apps que pudessem ser usados em conjunto e que fossem de fácil interação, para não perdermos tempo explicando como usar a ferramenta. Outra questão foi encontrar tudo isso em apps gratuitos ou de baixo custo que não tivessem publicidade ou compras internasConfira os apps selecionados:

Lazzo Zoo

Clique para assistir ao trailer

Clique para assistir ao trailer

Nesse aplicativo, as crianças podem dar comidas a diversos animais. Tanto escolhem um alimento como podem desenhar o que quiserem e usar o desenho para levar à boca dos animais. Eles se divertiram ao escolher o que dar para a girafa ou para o macaco. Conforme a comida que escolhiam, animações divertidas aconteciam – as girafas trocavam as pintinhas por desenhos de melancias, por exemplo. Esse tipo de animação contextualizada instiga as crianças e elas tentavam usar novos alimentos para ver o que acontecia. Pudemos trabalhar nome de frutas, cores e números. É um app que rende bastante, muito bem feito e ficamos com a sensação de que poderíamos usar continuamente sem problemas.

Baixe aqui

Baixe aqui

 

Grátis. Em Inglês (não interfere para uso em outros idiomas).

Sem propaganda, sem compras internas e sem acesso a redes sociais.

 

 

 

 

Good Night Safari

Clique para ver o trailer

Clique para ver o trailer

Um app premiado que pede às crianças que ajudem os animais da savana a se preparar para dormir. Elas devem levar o bebê zebra para perto da mãe, ajudar o bebê girafa a alcançar o jantar no topo das árvores, dar banho no bebê hipopótamo etc. As interações são muito simples e permitiram que criássemos conversas, falando do tamanho e cor dos bichos, sobre quem era a mãe e quem era o bebê e até a respeito dos hábitos de cada criança na hora de dormir. O app, na verdade, é um livro interativo. Assim, no final da aula, a professora segurou o iPad e leu a história numa roda com as crianças. Além de ser um aplicativo que pode ser usado várias vezes, é um recurso que funciona bem em grupo e individualmente

Screen Shot 2014-06-05 at 1.36.34 PM

Baixe aqui.

 

Grátis. Em Inglês.

Sem publicidade, sem compras internas e sem acesso a redes sociais.

 

 

 

 

 

Make a Scene Farmyard

Clique para ver o trailer

Clique para ver o trailer

É um excelente app para trabalhar na escola. O recurso multiplayer permite que várias crianças mexam na tela ao mesmo tempo. E todo o app é feito para que as crianças criem narrativas usando os animais, o que rende muitas atividades e permite que se concentrem na história, usando o vocabulário em Inglês de modo intuitivo. Num ambiente com pouco barulho, é legal usar o recurso do som – ao selecionar um animal, o narrador fala o nome de modo claro, e as crianças repetem instintivamente.

Screen Shot 2014-06-05 at 1.51.36 PM

 

Grátis. Em Inglês.

Sem propaganda, sem compras internas e sem acesso a redes sociais.

 

 

Peek a Zoo Animals Lite

Clique para ver o trailer

Clique para ver o trailer

Nesse jogo clássico, as crianças descobriam que bichos se escondiam em diferentes habitats. Assim, pudemos trabalhar com questões como “Que animal vive under the sea?”, “Que animal vive over the trees?”. Ao descobrir os animais, as crianças se sentiram recompensadas em ver a animação que surgia, e repetiam os nomes dos bichos. Como usamos a versão gratuita, havia poucos animais para brincar. Talvez com a versão full os aplicativos rendessem mais. Mas foram importantes para gerar conversas e até para conversar sobre outros animais – é um app simples, que deixa espaço para a criança pensar e criar sua brincadeira.

Screen Shot 2014-06-05 at 2.04.23 PM

 

Grátis. Em Inglês e outros idiomas.

Sem propaganda, sem compras internas e sem acesso a redes sociais.

 

 

Aqui vão alguns aprendizados que podem ajudar na sua sala de aula ou inspirar quem está com vontade de ter o digital integrado aos recursos da escola.

Dinâmica na Sala de Aula

Dividimos o tempo em 2 partes. Na primeira, apresentamos o iPad, mostramos os aplicativos que seriam usados, e deixamos as 8 crianças usarem livremente o aparelhinho. No começo, foi uma bagunça divertida, em que os alunos mostraram muita empolgação por poder usar o iPad na aula. Mesmo nesse clima, eles conseguiram abrir espaço para todos participarem, escolheram juntos qual aplicativo usariam em cada momento e quaaaaase conseguiram deixar cada um usar um pouco. Depois de um tempo, pedimos para todos abrirem o Make a Scene Farmyard e começamos uma brincadeira de ditado. Pedimos para achar a “cow”, a “chicken”, as “apples” etc. Eles ficavam orgulhosos de encontrar os animais e começaram a usar outros recursos como descrever as cores dos animais, a quantidade de bichos em cada cena… Foi bacana ve-los transferir a canção Five Little Ducklings para a brincadeira: procuravam patinhos e cantavam um pouco da música.

@scribblepress

@scribblepress

Na segunda parte, usamos só um iPad, que ficou com a professora. Os alunos escolheram usar o Good Night Safari. Como ele tem a opção de seu usado como história, a professora aproveitou para formar uma roda e narrar cada cena, totalmente em Inglês. As crianças ficaram concentradas e seguiram a narrativa completando nomes dos animais espontaneamente.

Ou seja: há diversas dinâmicas que atendem variados objetivos de aula. É uma questão de entender seus objetivos e selecionar não apenas aplicativos, mas atividades que eles permitem. Outra coisa bacana é que o tempo livre das crianças com o iPad gera um interesse pela descoberta e favorece o surgimento de outras conversas, outros aprendizados e ganchos para atividades “analógicas”.

@selwynlibrary

@selwynlibrary

Uso do Aparelho

Começamos a aula explicando que o iPad é delicado e que temos que ter cuidado para não derrubar ou riscar, por exemplo. O iPad foi usado no chão, o que facilitou a divisão do espaço para todas as crianças poderem manusear a tela e ajudou a nos livrar do medo dos aparelhos (emprestados!) se danificarem. Apesar de uma considerável quantidade de areia que ficou na tela, correu tudo bem e os alunos foram bem cuidadosos. Acho que isso permite uma sensação de autonomia e responsabilidade que é bem importante. Dica: os aparelhos ficaram em modo avião, evitando acesso a internet ou mensagens durante a aula. Além disso, tomamos o cuidado de não ter nenhum outro app que não fosse ser usado, para evitar distrações.

 

Exploração do Currículo

Percebemos que  a experiência foi rica em trabalhar os conteúdos do currículo. As crianças usaram extensivamente o vocabulário de que já se apropriaram. O interessante foi ver que usavam tudo isso de forma instintiva e espontânea, nomeando animais, cores e números tanto quando induzidos como livremente. Alguns ajudavam os outros quando esqueciam de um nome, discutiam a pronúncia e brincavam com desenvoltura de misturar as palavras para criar combinações malucas (“red monkey”, “blue apple” etc). Percebemos que uma curadoria atenciosa dos aplicativos e atividades rende experiências de aprendizado e situações de criatividade, e mantêm as crianças empolgadas e concentradas.

 

@digitalparenting

@digitalparenting

Habilidades Sociais

Os alunos se esforçaram para deixar cada colega mexer um pouco no iPad e intervinham quando alguém pegava o aparelho fora da hora. Para os pequeninos, isso se mostrou mais difícil. Eles também tomaram cuidado para não estragar ou quebrar os aparelhos. Conseguiram desligar na hora de desligar, só com alguns protestos de “quero mais”. Foi muito lindo ver alunos habituados ao iPad ensinarem outros que ainda estavam se familiarizando – explicavam com paciência e esperavam o tempo que o colega precisava para executar sua tarefa, além de comemorarem as conquistas. Para uma primeira vez com o aparelho na sala de aula, a experiência foi surpreendente (a gente tinha se preparado para muito mais confusão!).

O ipadfamilia está adorando participar mais ativamente desse universo. Tem muita coisa bacana para ser feita na Educação. No momento, estamos pesquisando apps para os mais velhos, que estão trabalhando poesia em Inglês, por exemplo. Entre em contato para saber mais sobre nossas consultorias e trabalhos que podemos realizar junto com você. Boa aula 😉

1 Comment

  1. ipadfamilia » Dinossauros invadem o iPad
    05/08/2014

    […] Uma das coleções que a gente mais ama tem também a versão dinossauros. São diferentes ambientes customizáveis em que a gente pode “colar” dezenas de adesivos e criar histórias: dinossauros, vegetações, homem das cavernas, fogueira… Ao escolher um adesivo, você ouve um narrador dizer o nome do objeto. Normalmente, eu teria receio de usar esse recurso por conta da questão do idioma (só em Inglês). Mas nome de dinossauro é sempre quase igual em qualquer idioma, então vale aproveitar e aprender os nomes de cada animal. Apesar do preço mais alto, vale a pena – é um aplicativo que rende muita brincadeira e as crianças voltam a usar toda hora, com frequência. […]

    Reply

Leave a Reply