Magic Town. Um mundo mágico para crianças e livros.

Posted on abr 25, 2012 in 0 a 4 anos, Apps, Grátis, Para ler | One Comment

Primeiro, desculpas pela demora desse post. A gente estava na Feira de Livros de Londres na semana passada. E ainda estamos sofrendo (felizes!) com jetleg, acúmulo de informações incríveis e a tarefa importantíssima de matar a saudades dos filhos…

A Feira é enorme. Tem de tudo, fala-se de tudo, em várias línguas. Mas o assunto é o mesmo, esse ano: livro digital. Grandes editoras ainda não sabem como lidar com essa realidade, e pequenos autores estão procurando uma solução ideal para entrar no mundo mágico em que todos podem ser autores publicados. A gente participou de muitas palestras e conferências sobre literatura infantil por lá. Aos poucos, queremos dividir os assuntos, as descobertas e as novidades com vocês. Aí vai a primeira.

Magic Town é um mundo virtual para crianças. À primeira vista, soa como algo que eu nunca deixaria minha pequena acessar. Mas não é bem assim. A idéia surgiu de pais que estavam garimpando aplicativos ou livros digitais que pudessem ajudar na educação de suas crianças. Na falta de algo que englobasse todas as suas (altas) expectativas, resolveram criar algo eles mesmos.

Junto com educadores renomados, o pessoal da Mindshapes foi descobrir o que é essencial no processo de aprendizagem de crianças de 2 a 6 anos. E assim nasceu um mundo onda há livros espalhados por todos os cantos. “Nós queremos descobrir como adultos e crianças podem aprender juntos, por meio do brincar”, diz um dos criadores.

Quem faz o primeiro acesso são os pais. A gente informa nome e idade da criança e pronto. Pode passear pela cidade mágica e descobrir brincadeiras, livros para ler, livros para brincar, livros para assistir e muita diversão. Na minha primeira viagem, encontrei histórias de Andersen narradas e animadas, e também em forma de quebra-cabeças bem simples. A cada dia que você acessa esse mundinho, ganha um novo livro, e vai montando uma biblioteca muito bem planejada!

O mais bacana é ter um projeto de qualidade disponível gratuitamente, e num site. Isso significa que o conteúdo não é restrito a quem tem iPads ou outros gadgets móveis. Os criadores também fizeram questão de fazer um ambiente sem publicidade e sem acesso a redes sociais, para garantir uma navegação segura às crianças.

Pessoalmente, acho que a faixa etária pode ser um problema. Não imagino ainda minha filha de 2 anos navegando facilmente por ali. A solução seria acessar junto comigo. E acho que é uma solução muito importante! Outro probleminha básico… é tudo em inglês. O que reforça a necessidade dessa ser uma aventura para pais viverem junto com os seus pequenos. A gente pode narrar as histórias e contar o que está acontecendo, sem perder muito.

Durante a apresentação desse produto na Feira de Londres, houve perguntas sobre a adaptação para outras línguas. Mas, pelo tamanho do projeto, acho difícil ele chegar até o nosso Português. Uma pena, porque ficamos sabendo que outro projeto da mesma turma é a Language City, que deve ser bem interessante! Um mundo virtual onde podemos aprender novas línguas. Fica a dica: alguém aí se aventura a propor uma tradução?

Para acessar Magic Town, clique aqui.

Para ver dicas de autores sobre leitura infantil, clique aqui.

Para acessar a área de pais e educadores, clique aqui.

Boa viagem!

1 Comment

  1. E-book, enhanced E-book e livro em app: o que é cada um deles, afinal? « Ipad família
    11/07/2012

    […] nova descoberta ou aprendizado. Acho que a tendência é ver um crescimento de oferta de títulos e possibilidades, além da redução dos preços desses aplicativos. E (dedos cruzados) um maior investimento por […]

    Reply

Leave a Reply