Medo de Monstros? Tem um app para isso.

Posted on Apr 17, 2013 in 0 a 4 anos, Apps, Para ler | One Comment
Medo de Monstros? Tem um app para isso.

Minha filha está com medo. De várias coisas: monstro, bruxa, palhaço… As crianças nessa faixa dos 3 aos 5 anos realmente vivenciam isso, principalmente porque ainda não diferenciam fantasia de realidade (aliás, não é o máximo isso???).

Para ajudar, a gente conversa sem banalizar o medo, deixa a criança segura para falar do assunto e até cria soluções no mínimo criativas. Tem um pai que pegou cartolina e tinta e criou cartazes de “Proibida a Entrada de Monstros” para colar na porta do quarto e do armário do filho. E resolveu!

nurturing-parents.com

nurturing-parents.com

Aqui em casa, tenho mania de ir atrás de livros que falem do assunto “em pauta” de um jeito bacana e que atendam à faixa etária e ansiedades da Isabel. E lembrei de um trabalho fantástico do Ed Emberley, autor e ilustrador americano premiado, com mais de 80 livros infantis e com ar de vovozinho. É dele o livro “Vai Embora, Grande Monstro Verde!”, um livro interativo em que cada página virada vai acrescentando um pedacinho do rosto do monstro à imagem central, até o bicho aparecer completinho. A partir daí, rola o processo inverso: a cada nova página virada, essas partes do rosto dele vão desaparecendo, enquanto o texto diz: “Vão embora, dentes brancos afiados!”, “Vão embora, grandes olhos amarelos!” – e assim por diante. Ou seja – o autor dá à criança o poder de espantar o monstro e, com ele, o medo. O final? “Vá embora, Grande Monstro Verde! E não volte mais… enquanto eu não mandar!”.

Então, peguei o livro e fui ler com a pequena. Sabe o que aconteceu? Medo do livro. Logo na capa. Hum… Aí, parti para minha segunda mania: “será que existe um app para isso?”. E não é que existe o aplicativo desse livro para iPhone e iPad? Arrisquei, baixei e fiquei surpresa. A Isabel não teve medo do app. Não sei se o livro é mais “real”, de alguma forma. Só sei que pudemos ler juntas no iPad e ela a-do-rou perceber que tem o poder e a capacidade de mandar embora o monstro. Depois disso, ela até perdeu o medo do livro “de verdade” e tem levado o dela pra escola quase todo dia. Sinal de que o livro realmente atendeu a uma necessidade interna dela nesse momento.

Agora, estamos descobrindo outras possibilidades de interação do aplicativo:

  • Ouvir a narração (em Inglês…) feita por um menino de 4 anos
  • Ouvir o próprio Ed Emberley contando a história (em Inglês…)
  • Ler sem a narração – às vezes eu conto, às vezes ela conta do jeitinho dela 😉
  • Ativar a animação, com música composta pela neta do autor, Adrian Carney

Além de ajudar a Isabel a entender que pode ser mais forte que o medo, essa aventura ilustra algo em que eu acredito fortemente: papel e tela podem conviver harmoniosamente, um dando mais força ao outro, e cada um atendendo a necessidades específicas. Sim, não se engane: aqui em casa a gente ainda é daquelas que têm mais livros na estante do que apps no iPad 😉

Screen Shot 2014-10-14 at 9.30.32 AM

Go Away Big Green Monster, Night & Day Studios

US$ 1,99. Em Inglês.

Sem publicidade, sem compras internas e sem acesso desbloqueado a redes sociais.

Download_on_the_App_Store_Badge_US-UK_135x40

1 Comment

  1. ipadfamilia » Monstros atacam o iPad
    23/04/2015

    […] e um nariz gigante… Monstros povoam a imaginação das crianças desde cedo e as ajudam a entender o medo, a brincar no mundo da fantasia e a expressar sentimentos. Talvez por isso haja tantos apps de […]

    Reply

Leave a Reply